Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2008

ALCOOLÉMIA EM SHOW CASE NA FNAC DE ALMADA COM SESSÃO DE AUTÓGRAFOS CONCORRIDA



ALCOOLÉMIA E...O REGRESSO AOS PALCOS NACIONAIS

Depois de muitos anos à sombra, os Alcoolémia rompem o panorama da música nacional em grande estilo. O novo álbum, «Alcoolémia», classificado por muitos como o melhor trabalho realizado até então, já esgotou em alguns pontos de venda e promete continuar a conquistar fãs. Em fase promocional do novo álbum, os Alcoolémia não se fizeram estranhos ao palco na FNAC de Almada, no passado dia 19 Janeiro, mais uma excelente prestação. Pouco passava das 21H30, quando os primeiros acordes da noite soaram no FNAC Café, espaço que de resto se mostrou pequeno para o numero de fãs e curiosos. Entre pequenos e graúdos, poucos foram aqueles que não puxaram pela banda da Margem Sul (Amora), que em noite inspirada provou que está pronta para enfrentar de novo as luzes da ribalta. Jorge Miranda, vocalista da banda, diz que a promoção do álbum esta a correr pelo melhor. «Fixe! O feedback tem sido impecável e a promoção está a correr bem e dentro da estratégia delineada», disse. O Show Case contou com a apresentação de seis temas originais, aos quais não faltaram «Há quanto tempo ando aqui», «Queria Roubar-te um beijo», «Fico à espera...(quero ver o fim)», «São sempre os mesmos», «Música Nacional (vamos tirá-la da sombra)» e «Areia de pedras Salgadas». Afinados no timbre da boa disposição e convívio, o público não se fez rogado nas palmas e nos gritos de incentivo à banda, que volta a conquistar terreno nos meandros da música portuguesa. «Nenhuma banda pára assim tanto tempo. Em alguns aspectos é óbvio que saímos prejudicados. A única coisa benéfica é o facto de podermos ressurgir, isto porque há pessoas que não nos conhecem, nomeadamente o público jovem», explica Jorge Miranda, questionado sobre o estado de espírito do grupo face à longa paragem a que estive sujeito. E se não fossem as regras acordadas previamente com a FNAC de Almada, provalvelmente a noite teria acabado mais tarde. Apesar disso
E a pedido público, os Alcoolémia despediram-se em grande com o cover «Chiclete» dos Taxi, um dos temas integrantes do novo álbum. Para o fim ficou reservado o tema «Não sei se mereço», que pela nostalgia fez recordar outros tempos. Sobre o futuro, Jorge Miranda diz que os Alcoolémia estão de volta e prontos para a luta, embora cautelosos. «Este trabalho tem tudo para vingar. Diria que é um trabalho que pode vir a servir de trampolim para os próximos trabalhos e carreira da banda.
Estamos melhor que nunca, temos uma equipa fantástica e temos pessoas boas a trabalhar connosco. «Não deixá-mos de ser uma banda rock, que canta em bom português e que pode criar coisas boas na música». Terminado o Show Case, nem tempo houve para arrumar guitarras. A sessão de autógrafos foi imediata e deverás concorrida, a julgar pelas largas dezenas de pessoas que não ficaram indeferentes à banda.
In "Jornal do Seixal" 26 Janeiro 2008 - Bruno Martins.

publicado por Alcoolémia às 18:46
link do post | Comenta aí!! | favorito
4 comentários:
De Vanessa a 19 de Fevereiro de 2008 às 01:39
Os grande Alcolémia... Grande Album só boa noite. fico feliz por saber que vao ter 2 temas numa novela deprodução nacional :).
Continuem com o bom trabalho e espero muito sucesso deste novo trabalho pois está optimo.
=)
Bjos
Vanessa


De duarte carvalhal a 10 de Fevereiro de 2008 às 00:46
De facto a banda e fenomenal!
o leque de musicos que predominam neste grupo, é simplesmente fantastico! A banda pelo que sei, acabou de concretizar 15 anos, e o que têm feito até agora é esplendido! Aconselho plenamente a ouvirem este album novo dos Alcoolémia... eles são o futuro do pais! fiquem bem.


De jota - Santo Andre a 10 de Fevereiro de 2008 às 00:27
Deste 4 album já ouvi algumas musicas. tá altamente! Bom estilo sim senhor, algo k já nao se fazia. mto bem. pah.. parabens e boa sorte pós alcoolemia!
ass: Jota de Santo André


De margaridah a 7 de Fevereiro de 2008 às 03:15
poix bem....axu k a voxa banda tem td para ser um gande suxesso pra frente para s tops, todas as pexoas da banda parexem fixes, eu adoro as voxas musikas.....k mais é prexixu bjs....i mt boa sorte**kisses pa tds...


Comentar post

pesquisar

 

Ouve aqui a discografia dos Alcoolémia completa.

A Banda

ALCOOLÉMIA 2017:
João Beato (Voz)

Manelito (Guitarra ritmo/Voz)

Pedro Madeira (Guitarra solo/Voz)

Bruno M. Paiva (Baixo)

Marcio Monteiro (Bateria)


CONTACTO PARA ESPECTÁCULOS: Antonio Alves
E-mail: alcoolemia.boocking@gmail.com
Telefone- +351 965 697 667

Albuns

"Não sei se mereço" 1995



Gravado no estudio Heaven Sound
Técnico: João Martins
Misturas: João Martins e Alcoolémia
Produção: João Martins
Edição Digital: Zé Motor

-Não sei se mereço
-Até o mundo acabar
-Vizinha linguaruda
-Só tu e eu (uma história mal contada)
-509 (Instrumental)
-Curtir a vida
-Quero-te ver nua
-Batam com a cabeça no chão
-Intruja
-Não quero vida de militar
-Para quê sonhar

Festa de lançamento - Paradise Garage - Lisboa

Singles:
Para quê sonhar - Colecção Super Jovem


"Não há tretas" 1997



Gravado no estudio Tcha Tcha Tcha
Técnico: Rui Dias
Produtor: João Martins
Concepção e design gráfico: Dupla
Fotografia: Darin Pappas

-Nem às paredes confesso
-Portugal o nosso país
-Apostei... o carro...
-Cuidado... o diabinho anda à solta
-Fugir para quê
-Tenho medo, diz uma criança
-Quero protestar
-A minha sorte não quer mudar
-Sinto falta de uma mulher
-Hoje é dia para desbundar
-Morrer devagar

Participações especiais:
"Portugal o nosso país", "Apostei... o carro...",
"Fugir para quê", "Morrer devagar" - Teclas: Alexandre Dinis
"Portugal o nosso país", "Quero protestar",
"Morrer devagar" - Coros: Fernanda Lopes e Laura Pereira
"Apostei... o carro..." - Guitarra: Rui Dias


Apresentação para a imprensa na Casa do Vinho do Porto no Bairro Alto com a presença na Guitarra Portuguesa de Antonio Chainho

Festa de lançamento - Rock City - Lisboa

Singles:
"Portugal o nosso país" - distribuido gratuitamente dia 10 Junho
Para rádios, com 3 temas:
"Fugir para quê"
"Nem às paredes confesso"
"Cuidado... o diabinho anda à solta"

"Até onde" (acústico)" 1998



Gravado no estudio Namouche e Um só Céu.
Engenheiros de som: João Pedro de Castro e Jonathan Miller.
Misturas: Estúdios Um só Céu em Maio e Junho de 1998.
Engenheiro assistente: Cláudio Silva
Masterização: Estúdios Áudio Pró por Paulo Jorge
Produção: Jonathan Miller
Concepção e Design Gráficos: Dupla
Fotografia: Paulo Moreira


-Até onde posso ir
-Quero protestar
-Portugal o nosso país
-Quem és tu
-Sinto falta de uma mulher
-Só tu e eu (uma história mal contada)
-Para quê sonhar
-Não sei se mereço
-Fugir para quê
-Morrer devagar

Musicos convidados:
"Portugal o nosso País" - Guitarra Portuguesa: Custódio Castelo; Coros: Catarina Pereira; Violoncelo: Pedro Gonçalves

"Até onde posso ir" e "Morrer devagar" - Violino: Nuno Flores (ex-Quinta do Bill)
"Quero protestar" - Violino: Jorge Gonçalves; 2ª voz Diego Gil (FLOOD)

"Quem és tu" - Violino: Jorge Gonçalves

"Só tu e eu (uma historia mal contada)" - Flauta: Joaquim Santos

"Para quê sonhar" - Percurssão: Castora (ex-DELFINS)

"Festa de lançamento - Freiras - Moita
Singles:
"Para rádios, com 1 tema: "Quero protestar"

"Alcoolémia" 2007



Gravado no Rockstudio entre Janeiro e Maio de 2007, por João Miranda/Alcoolémia, assistente Ivo Gancho.

Misturado por António Pinheiro da Silva e Pedro Madeira em Maio de 2007, colaboração de Jorge Miranda.

Masterizado por Joe Gastwirt no J.G. Mastering em Julho de 2007 em Los Angeles U.S.A.

Concepção e Design Gráfico: Nelson Carmo e Jorge Miranda.

Logo Alcoolémia: Jorge Simão (Devir) colaboração Manelito.

Fotografia: Antonio Gamito no ST Terrasse - AMORA.

Bateria gravada por Rui Freire.

- Já e tempo... (desta cidade acordar).
- Tudo o que quero ter.
- Há quanto tempo ando aqui.
- São sempre os mesmos.
- Fico à espera...(quero ver o fim).
- O mundo não é!
- Queria roubar-te um beijo.
- A musica nacional (vamos tirá-la da sombra)
- Areia de pedras salgadas
- Chiclete (cover rock do tema dos Taxi)

Musicos convidados:
"O mundo não é" - Violoncelo Davide Zaccaria.

"São sempre os mesmos" e "A musica nacional (vamos tirá-la da sombra)" scratch por DJ X-Acto.

"A musica nacional (vamos tirá-la da sombra)" - saxofone tenor Carlos Sousa, trompete Helder Lopes, saxofone alto Paulo Horta, trombone Bruno Encarnação.
"Tudo o que quero ter" arranjos adicionais de guitarra João Miranda.


"Palma da Mão" 2014



- Mil Uns de Abril
- Palma da Mão
- Forasteiro Gaibéu
- Ponto de Fuga
- Leva-me Onde Quiseres
- Grandes Feitos
- Alma Rock
- Derrotas da Paixão
- I + I = 4
- P.A.I.

Credits & Notes: - João Beato (vocals and guitar), Pedro Madeira (guitar), Manelito (guitar), Nuno Pereira (bass), Ivo Martins (drums) and Carlos Sousa (sax)
- Additional guest performances by Carlos Cardoso (bass), Duarte Carvalho (drums), Paulo Borges (piano, Hammond and keys), Rute Lopes (backing vocals), Cátia Amorim (backing vocals) and Davide Zaccaria (cello)
- Produced by Pedro Madeira
- Recorded and mixed by Pedro Madeira and João Miranda at Rockstudio (Feijó)
- Mastered by Tó Pinheiro and Pedro Madeira
- Artwork and layout by sELF mADE mAN
- Photos by Paulo Antunes and João Beato
- Music by Pedro Madeira, Manelito and João Beato
- Lyrics by João Beato except "Alma Rock" and "Derrotas da Paixão" by Hugo Costa

COLÊCTANEAS, TEMA, EDITORA:

Heróis do Rock - "Não sei se mereço" - VIDISCO 1997



A Idade do Pecado - "Não sei se mereço" - BMG 1996



Exctamation - "Não sei se mereço"- BMG 1997



Pop Rock - "Não sei se mereço"- BMG 1998



Não sei se mereço - "Não sei se mereço" - MOVIEPLAY 2004



Portugal Pop - "Portugal o nosso país" - BMG 1997



Heróis do Rock - Sou metade sem ti - "Portugal o nosso país" - VIDISCO 1998



Homem do Leme - "Portugal o nosso país" - MOVIEPLAY 2004



Rua do Carmo - "Quero Protestar" - MOVIEPLAY 2004

posts recentes

Alcoolémia XXV anos a com...

Display Music lança 6º ál...

25 Junho no Seixal os Alc...

Hoje 25 Maio Alcoolémia n...

Alcoolémia 2017

Alcoolémia + Re-Censurado...

Alcoolémia - Não sei se M...

Teaser Não Sei se Mereço ...

Alcoolémia XXV anos, em b...

Alcoolémia em entrevista ...

Novidades dos Alcoolémia

Os Alcoolémia vão editar no primeiro trimestre de 2017 o seu 6º álbum com versões de temas dos álbuns anteriores que contam com participações especiais de vários artistas, que servirá de suporte para a Tour Comemorativa dos 25 anos de carreira da banda.

Espetáculos para 2017

25 Fevereiro -Re-Censurados pelas 22 Horas, Alcoolémia pelas 00 Horas, no Popular Alvalade - Lisboa.
22 Abril - Alcoolémia + Suspeitos dos Costume + banda convidada, Odemira (Festejos 25 Abril).
12 Agosto - Festas Ladoeiro - Castelo Branco.

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Janeiro 2017

Novembro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Maio 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Abril 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Janeiro 2012

Maio 2011

Setembro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

blogs SAPO

subscrever feeds

Créditos

21 Nuno Gomes
Word Up
Todos os direitos reservados © - Proibido Copiar

Web Page Hit Counters
Dating Services